segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Sobre elefantes e libertação

 

“Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou e não torneis a meter-vos debaixo do jugo da servidão”. Gálatas 5.1
         


          Quando reconhecemos Jesus Cristo como nosso único Senhor e Salvador e entregamos nossas vidas a Ele, o sangue do Cordeiro nos limpa e nos liberta de tudo aquilo que nos oprimia e nos afastava da presença de Deus. Mas muitas vezes na nossa caminhada cristã nos vemos presos ao nosso passado e não conseguimos manter um relacionamento firme com Deus porque os nossos antigos hábitos e vícios parecem sempre estar voltando como fantasmas para nos assombrar. Mas o que tudo isso tem a ver com elefantes? Deixe-me explicar...
             
          Os elefantes são capturados ainda muito jovens, são separados de seus pais e têm uma de suas patas presa a umas correntes de ferro. Durante muito tempo, o filhote se machuca tentando se libertar, mas não consegue devido à força das correntes que o prendem. Quando o elefante se torna adulto, as correntes são trocadas por uma corda e mesmo assim, o animal não foge. Mas por quê? Por que desde muito novo, o elefante aprendeu que aquelas amarras eram mais fortes que ele, e por mais que tentasse se libertar, não conseguiria. Ele não tem consciência de que agora ele é um animal imenso que pesa toneladas e que com apenas um puxãozinho estaria livre. Ele só conhece as correntes, a escravidão, ele não sabe que é capaz de se libertar.
             
          E quantas vezes nós não estamos vivendo da mesma maneira? Já passamos tanto tempo vivendo presos a vícios que esquecemos que quando conhecemos a Cristo, Ele nos libertou. Recebemos o Espírito Santo e continuamos presos a cordas fracas achando que são correntes poderosas, mas já recebemos o espírito de libertação.


“Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade”.                   2 Coríntios 3.17

     O Espírito Santo habita em nós e já fomos convidados à liberdade, portanto a bebida, a pornografia, a fofoca, a prostituição, a mentira, não têm mais poder sobre a nossa vida. Glória a Deus por isso! Precisamos sempre lembrar que os nossos pecados, os nossos problemas não são maiores que o poder do nosso Deus. Se você se acha fraco pra enfrentar os seus vícios, glória a Deus por isso também porque o poder dEle se aperfeiçoa nas nossas fraquezas (2Cor. 12.9).
            
           Portanto amados e amadas, tomem posse da liberdade que Cristo nos deu. Não deixemos que as pequenas e fracas cordas se tornem correntes poderosas e inquebráveis, o inimigo quer que pensemos assim. Não queremos ser como aqueles elefantes que passaram a vida toda acreditando que não poderia viver livres, nossas correntes já foram quebradas! Não voltemos ao jugo de escravidão, Jesus nos convida para a liberdade, as velhas coisas já passaram, tudo se fez novo! E se você ainda não experimentou a liberdade de Cristo, ore a Deus pedindo que Ele te fortaleça e que te dê ousadia para quebrar as amarras que te prendem e leve para seus irmãos e irmãs a palavra de libertação também, pois o Senhor nos ungiu para pregarmos a Sua liberdade!

“O Espírito do Senhor Deus está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração; a proclamar a liberdade aos cativos; e a abertura de prisão aos presos”. Isaías 61.1



Por: Raquel Almeida

2 comentários:

  1. Blog encantador,gostei do que vi e li,e desde já lhe dou os parabéns, também agradeço por partilhar o seu saber, se desejar visitar o Peregrino E Servo, ficarei também radiante
    e se desejar seguir faça-o de maneira que possa encontrar o seu blog, porque irei seguir também o seu blog.
    Deixo os meus cumprimentos, e muita paz.
    Sou António Batalha.

    ResponderExcluir